inside sales

Você sabe o que é Inside Sales? Entenda como esse modelo pode ajudar o seu negócio!

Que a tecnologia garante verdadeiros diferenciais para as empresas, todo mundo já sabe, mas quando ela auxilia na redução de custos e melhoria do faturamento é melhor ainda! Com método de inside sales é exatamente isso o que acontece!

O processo que pode ser traduzido de maneira livre para uma espécie de “vendas internas” garante esses aspectos por meio dos gastos com logística e deslocamento através de atendimentos otimizados! 

Não é por menos que o inside sales vem se popularizando e muitas empresas desejam inseri-lo em suas rotinas com o intuito de melhorar a receita e também as rotinas de trabalho com vendas. 

Se você tem uma empresa e se interessa em reduzir custos ao implementar essa estratégia, confira tudo o que preparamos neste artigo sobre o processo. Boa leitura!

 

Entenda o que é inside sales

Inside sales se refere a um modelo de vendas interno, que evita deslocamentos e promove o diálogo com clientes diretamente da empresa. Tudo isso é possível através da tecnologia, seja por meio de telefonemas, chamadas de vídeo e e-mail. Na maioria das vezes, as reuniões virtuais são mais comuns para fechar as vendas através do método.

Essa multiplicidade de meios de comunicação também diferencia o inside sales do retrógrado telemarketing, que se limita a uma ou poucas chamadas com conversa praticamente definida (visto que elas são norteadas por scripts genéricos). Em vez disso, a prática de inside sales envolve planejamento, tratamento personalizado de acordo com as características e demandas do cliente, além da oferta de venda apenas quando houver real interesse do cliente.

Em telemarketing, é muito comum que ocorram ligações ativas para que as pessoas contratem um serviço ou comprem um serviço. Com o processo de inside sales, essas ligações só ocorrem após o cliente ter manifestado vontade de aderir a um serviço ou comprar produtos junto à empresa.

As empresas que exercem inside sales não precisam trabalhar apenas com essa metodologia, mas podem mesclar as estratégias de vendas entre vendedores que vão à campo e outros que mantém contato com os clientes de maneira tecnológica.

 

Vantagens de implementar o inside sales em um negócio

A mistura de processos citada acima fica totalmente ao critério do empresário, que inclusive pode preferir manter apenas vendedores realizando visitas. De fato, isso é bastante pessoal e característico de cada empresa, mas há muitos benefícios em inserir o modelo de inside sales em um negócio. 

Abaixo você pode conferir alguns deles:

 

Redução de custos

Sem sombra de dúvidas, essa é a principal vantagem do modelo inside sales. Ao considerar que a metodologia diminui os deslocamentos, consequentemente há redução de gastos relacionados ao âmbito logístico, como passagens, gasolina, pedágios, motorista, manutenção, etc.

Todos esses fatores poupados garantem uma reserva considerável visto que ocorrem diversas visitas a campo para fechar negócios. Sem falar que muitas vezes apenas um encontro não é o suficiente para selar uma negociação.

Isso, é claro, quando as conversas alcançam êxito, pois, além de uma venda ficar na dependência de um cliente, há aqueles que acabam se atrasando ou deixando de ir ao encontro e pedem remarcação em cima da hora. No final das contas, o prejuízo sempre fica com a empresa e o valor não é ressarcido. 

 

Capacidade de atender mais clientes = Aumento da produtividade

Outro diferencial do modelo inside sales é a possibilidade de atender mais pessoas do que quando são feitas visitas presenciais. Afinal, apenas o deslocamento até um encontro demanda tempo, o que de maneira online ou através do telefone poderia ser aproveitado para preparar outros projetos ou mesmo realizar outras reuniões.

Com a otimização do tempo, o modelo garante que os vendedores consigam atender uma demanda muito maior de clientes e possibilita o aumento do faturamento por consequência. Ou seja, facilita também o aumento da produtividade do negócio como um todo!

 

Diminuição de custo de aquisição de cliente (CAC)

Além de permitir que a empresa aumente a taxa de conversão de vendas, o modelo inside sales opera na diminuição do custo de aquisição de clientes (CAC). Esse custo é o que se define como os valores gastos em média para conquistar clientes (considera-se os investimentos feitos para isso (marketing, campanhas de parceria, etc). 

Uma vez que os custos com deslocamento são diminuídos para chegar até o cliente, os custos com o mesmo são consequentemente reduzidos.

 

Experimente o modelo inside sales na sua empresa

Com tantas vantagens, torna-se formidável considerar a metodologia para o próprio negócio. Como dito no início do texto, cada empresa deve considerar as próprias características, intenções e ideais, mas as vantagens desse modelo são mesmo extraordinárias.

O dinheiro economizado com a redução de custos pode ser revertido em investimentos para o próprio negócio, expansão de serviços e melhorias estratégicas. Ademais, não se trata apenas de diminuir os gastos, mas também de aumentar as chances de aumentar a receita a partir do aumento de atendimentos.

Para adotar o modelo, é preciso se preparar, pois não adianta migrar para um atendimento que não oferece a qualidade que você deseja passar para o seu cliente. Por isso, busque equipamentos de qualidade e monte uma área estratégica com salas silenciosas e, se desejar, com as ferramentas e ambiente que a empresa requer para criar um elo envolvente e realmente atrativo.

Lembre-se que a perda do encontro presencial deve ser suprida com reuniões que não vão dar a possibilidade de o cliente ficar aéreo e nem entender o que vocês precisam vender. Realize treinamentos, fortaleça o vínculo com os clientes e otimize também o tempo deles.

Se você automatizar também as suas rotinas internas, a tecnologia fará parte do dia a dia da sua empresa e um modelo inside sales será mais fácil de adotar. Caso precise, conte com a SMB Store para ter os melhores sistemas de gestão para o seu negócio.

Visite o nosso site e saiba mais!

Receba em primeira mão dicas de empreendedorismo