o que é custo de aquisição de clientes

O que é Custo de Aquisição de Clientes (CAC) e como calcular

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é uma das métricas de empresas para tomarem decisões conscientes. No geral, gestores de marketing e donos de empresas se preocupam com essas métricas, acompanhá-las e medi-las. É uma maneira essencial para decisões monetárias e traçar estratégias para o departamento de Marketing.

Portanto, o CAC funciona como métrica financeira e de Marketing, apontando o custo médio de todos os recursos para alcançar um cliente. Assim, faz a medição de quanto custa para converter um cliente. Vale ressaltar que quanto menor for o Custo de Aquisição de Clientes, mais lucro sua empresa obterá em uma venda. Criamos esse artigo para te explicar exatamente o que é o CAC e como calculá-lo.

Acompanhe a leitura! 

 

Custo de Aquisição de Clientes (CAC): o que é?

O CAC é uma forma de investimento médio da união de todos os esforços para adquirir um cliente. Geralmente nas empresas, setores que trabalham com essa etapa são Marketing e Vendas, mas é passível de variações.

Por exemplo, se o seu negócio investiu diretamente em alcance de clientes uma quantia de R$ 15.000,00 no mês, e a partir disso, você adquiriu 30 clientes, o seu CAC será de R$ 500,00 (15.000 / 30).

O CAC deve ser calculado a cada mês, levando em consideração o que pode ocorrer, como por exemplo, se você contrata mais quatro vendedores, o Custo de Aquisição de Clientes deverá aumentar.

Mas por que aumentar? 

É provável que esses vendedores não consigam uma boa quantidade de clientes no primeiro mês de trabalho. Logo, o CAC aumentará, mas com o tempo o investimento volta a estabilizar.

 

Como calcular o Custo de Aquisição de Clientes (CAC)?

Inicialmente é preciso “excluir” todos os departamentos da empresa que não atuam, de forma direta, com o CAC.

Como por exemplo, setor administrativo, de suporte, de produto etc.

Para te mostrar como calcular, será usado o departamento de Marketing, Vendas e novos clientes no período de um ano.

    • Recursos consideráveis no Marketing: salários, ferramentas de gerenciamento, tráfego pago, eventos, geração de leads e chances para o time de vendas.
    • Recursos consideráveis em Vendas: salários, ferramentas de gerenciamento, comissões por clientes, telefonia, viagens, infraestrutura necessária para os vendedores conseguirem converter leads em clientes fiéis. 
  • Novos clientes: será necessário obter o número de clientes adquiridos no mesmo período de tempo. Vale lembrar que clientes conquistados sem ser através do investimento, não devem ser contabilizados na quantidade de novos clientes do cálculo CAC.

Agora com essas informações em mãos, aplique a fórmula:

CAC = (investimento em Marketing + investimento em Vendas) / número de novos clientes

Portanto, para realizar o seu cálculo de forma adequada, siga o passo a passo:

  1. Período que deseja calcular
  2. Descobrir todas as despesas do Marketing no mesmo período
  3. Descobrir todas as despesas com Vendas no mesmo período
  4. Total de clientes adquiridos no mesmo período
  5. Somatório das despesas e o divida pelo total de clientes adquiridos
  6. Conclusão acerca do Custo de Aquisição de Clientes

Após seguir o passo a passo, será possível mensurar o seu CAC.

 

Como é possível melhorar o CAC da sua empresa?

A seguir, separamos algumas dicas para você aplicar e, consequentemente, diminuir o seu Custo de Aquisição de Clientes, mas aumentando o faturamento de sua empresa.

Redirecionamento

Sabe-se que as campanhas de Marketing permite que sua empresa segmente usuários específicos para o site, fazendo anúncios com capacidade de convencimento. 

As campanhas são eficientes, pois te permite exibir anúncios somente para os leads que já demonstraram interesse pelo seu produto/serviço. 

Assim, isso se torna um redirecionamento e ajuda a persuadir melhor os seus clientes a pensarem novamente em adquirir seus produtos.

Para usar o redirecionamento, atualmente tem-se plataformas muito conhecidas como Facebook Ads e Google Ads.

 

Agregue valor

Além do produto e/ou serviço que você está oferecendo, há outras formas de agregar valor para os seus leads.

É possível, por exemplo, criar uma página no site em que os usuários possam navegar pelos produtos, mesmo se os mesmos não estiverem disponíveis na loja física.

Outros tipos de incentivos que você poderá oferecer aos seus clientes envolvem frete grátis, entrega express, atendimento rápido, ouvir feedbacks e sugestões dos clientes, dentre outros.

 

Execução visual

Quando nos remetemos a converter leads em clientes fiéis, a execução visual é extremamente importante, pois as pessoas não compram o que não conseguem visualizar.

Para isso, analise e escolha sempre por fotos de alta qualidade, com recursos visuais perfeitos e ideais em todos os canais de mídias sociais.

Opte por fotografias que descrevem bem o seu produto e em qual local usar, ao invés de fotos aleatórias que não condizem com o produto.

Além disso, caso as fotos estejam de acordo, coloque-as em locais fáceis, onde os visitantes rapidamente as visualizem.

Isso fará que eles criem mais confiança e deem credibilidade para o seu negócio.

 

Automação do Marketing

Usar a ferramenta Customer Relationship Management (CRM) é ideal para otimizar e automatizar a relação da sua empresa com os clientes.

É um investimento a longo prazo que traz inúmeros benefícios.

O software de CRM automatiza tarefas de marketing repetitivas, reduz a carga administrativa das equipes, reduz o potencial de erro e acelera o fechamento de vendas, reduzindo o custo geral de aquisição de clientes.

Existem inúmeras outras ferramentas de gerenciamento de relação cliente-empresa e automação de marketing, você pode filtrar a qual melhor se encaixa em sua realidade.

Felizmente, no entanto, a maioria das plataformas oferecem testes gratuitos que você pode usar para testar o software em sua configuração exclusiva para ver qual é a melhor opção.

Gostou do conteúdo? Nos acompanhe no blog SMB Store e leia mais conteúdos como esse! 

 

 

Receba em primeira mão dicas de empreendedorismo