• Smb Store

Estoque mínimo: entenda o que é e como calcular


Quem tem uma empresa precisa ficar atento ao estoque mínimo do seu negócio. Essa metodologia é aplicada em empreendimentos de diferentes segmentos do mercado e tem a finalidade de manter as atividades em pleno funcionamento. Lembre-se que o estoque é essencial em qualquer indústria, e, por isso, requer uma atenção especial.

Claro que cabe ao empresário e sua equipe de logística e vendas determinar se o negócio vai operar somente com o mínimo ou com o estoque abastecido. Porém, não dar uma atenção especial a esse setor da indústria pode trazer problemas e muita dor de cabeça. Entenda que controlar o estoque mínimo permite manter a empresa funcionando e gerando lucros.

Contudo, tenha cuidado também para não ter mercadorias em excesso, ou elas podem ficar estagnadas, sem gerar lucros e acumulando no estoque. Para que isso não aconteça, todo o conhecimento deve ser colocado em prática, de modo a movimentar essa mercadoria.

Neste artigo, vamos te explicar a importância de saber sobre estoque mínimo, ou de segurança, e como ter mercadorias na medida certa para fazer seu negócio não ter prejuízos com produtos parados. Então, continue acompanhando e boa leitura!

Confira os tópicos deste artigo:

  • O que é o estoque mínimo e para que serve?;

  • Aprenda a calcular o estoque mínimo;

  • Vantagens e desvantagens do estoque mínimo;

  • Sistema de gestão de estoque.


O que é o estoque mínimo e para que serve?


Como o nome já sugere, estoque mínimo é a quantidade mínima de itens existentes para que a empresa possa funcionar. Ter o controle dessa mercadoria, seja em períodos de pico de vendas ou não, garante que não falta o produto e evita a empresa de ficar desabastecida, perdendo vendas e até decepcionando os consumidores.

Esse controle de mercadorias deve ser feito por uma gestão de vendas que tenha conhecimento da logística do empreendimento, que proponha estratégias e que além disso, mantenha o máximo de organização. É importante lembrar também que essa equipe é responsável por não manter itens em excesso.

O estoque mínimo, de reserva ou de segurança, tem como finalidade dispor de uma quantidade mínima de mercadorias na loja. Apesar de parecer algo simples, muitas empresas não conseguem estabelecer um volume adequado para cada categoria, e, em alguns casos, são surpreendidos com o desabastecimento.

Quando o estoque chega ao volume mínimo é hora de buscar os fornecedores e fazer um novo pedido de mercadorias. Essa também é uma importante função da gestão, afinal, deve-se calcular o tempo que o distribuidor leva para entregar o produto sem que o estoque seja afetado.

Aprenda a calcular o estoque mínimo


Calcular o estoque mínimo pode variar de acordo com o tamanho de cada empresa. Por exemplo: se for um negócio que necessita atender a uma demanda imediata dos consumidores, ele precisa mandar um estoque. Agora, se for uma indústria, que tem como finalidade a produção, precisa priorizar a quantidade de matéria-prima.

Só que você deve estar se perguntando: mas como eu calculo o estoque mínimo da minha empresa? Calma, vamos te explicar como fazer isso. Antes de tudo, você precisa saber que irá utilizar as seguintes fórmulas matemáticas:

1 - consumo médio diário = consumo de itens em um determinado período ÷ número de dias deste período;

2 - estoque mínimo = consumo médio diário x tempo de reposição.


Agora vamos te dar um exemplo.

Suponhamos que, ao longo do mês, você vendeu 120 unidades do seu produto. Divida os 120 produtos pelos 30 dias do mês. Sendo assim, a média diária de vendas é de 4 unidades. Entendido isso, agora você precisa saber quanto tempo leva para repor seu estoque.

Se o distribuidor demora até 15 dias para levar a mercadoria até você, multiplique esses 15 dias pela média diária, as 4 unidades. Descobrimos então que você necessita de um estoque de segurança de 60 unidades.


Algumas empresas incluem uma margem de segurança, como forma de garantir que nenhum imprevisto aconteça. Nesse caso, você irá fazer o seguinte cálculo: se sua margem de segurança é de 15%, é só multiplicar as 60 unidades pelos 15%, e, em seguida, divida por 100. Pronto, a sua margem de segurança será 9 unidades.




Vantagens e desvantagens do estoque mínimo


É bom destacar que qualquer metodologia que vise o estoque mínimo apresenta vantagens e desvantagens para a empresa. E, para saber qual decisão tomar, vamos destacar alguns prós e contras de apostar em um estoque de segurança.


Vantagens

Ter em seu estoque apenas o mínimo tem suas vantagens. Muitas indústrias e distribuidoras estão apostando nesse método como forma de reduzir custos e aumentar o faturamento. Isso acontece porque, sem muita mercadoria, não há necessidade de um espaço mais amplo para armazenar esses produtos, por exemplo.

Outras vantagens são: