• Smb Store

Empréstimo empresarial: quais são os seus requisitos? Como fazer a escolha certa?



Quando um empresário decide abrir uma empresa, ele enfrenta alguns problemas ou desafios, que podem ser um empecilho para o seu negócio.

É preciso escolher algumas formas de financiar sua empresa, e sabemos que as condições precisam ser as melhores para não haver riscos desnecessários logo no início do funcionamento.

Muitos empresários por não terem dinheiro para abrir um negócio próprio, precisam pegar um empréstimo, e é preciso saber fazer isso, bem como avaliar as melhores opções existentes.

Então, continue lendo este artigo e veja as melhores opções de empréstimo para financiar as necessidades de sua empresa.

Vamos conferir?


Diferença entre empréstimo e financiamento

Vamos, primeiro, fazer uma diferenciação importante.

No empréstimo, a pessoa jurídica solicita o crédito a uma instituição financeira sem precisar justificar a finalidade do mesmo e a instituição, claro, fica com os juros em troca.

Geralmente, a empresa que pede o empréstimo passa por uma análise se crédito, e os juros costumam ser mais altos em relação a um financiamento, por exemplo.

Algumas características de um empréstimo:

· No empréstimo, geralmente não precisa oferecer uma garantia

· O acordo entre as partes é que garante o pagamento

· Juros são mais altos devido o risco da concessão.


Em relação as taxas de juros, isso varia muito de uma instituição para outra, o melhor é você fazer antes uma pesquisa para ter acesso a juros menores.

Cada negociação tem uma realidade diferente, por isso a taxa de juros muda muito.

no financiamento, geralmente a instituição não oferece o dinheiro ao empresário, mas ela financia o bem pretendido, ou seja, ela faz a compra do bem, que geralmente tem valor de aquisição mais elevada.

Para que o valor seja concedido, geralmente o empresário precisa justificar o uso do capital.

Geralmente, no financiamento, os juros ficam mais baixos, devido o risco de inadimplência cair, pois caso não haja o pagamento do financiamento, o bem entra como forma de garantia.

Os pontos mais comuns no financiamento são:

· Justificativa junto à instituição para obter o financiamento

· É preciso apresentar vários documentos, tais como balanço patrimonial da empresa e a DRE dos últimos anos, por exemplo

· O banco pode solicitar provas, periodicamente, em relação à aplicação do dinheiro que foi concedido.


Requisitos na hora de conceder um crédito

Mas na hora de você ter um crédito, você precisa preparar antes, geralmente é preciso:

· Tenha um plano de negócios: quando você tem um plano de negócios, fica mais fácil conseguir o crédito, pois a instituição avalia sua capacidade de pagamento e através dele, ela vai avaliar melhor a viabilidade de seu negócio.


É uma forma dela se precaver em relação a uma possível inadimplência no futuro.


· Registro da sua empresa: sua empresa precisa estar registrada, bem como em algumas situações é solicitado de você, algumas licenças e permissões, aquelas para o negócio funcionar.


· Revise suas necessidades de capital: isso é importante para você não pegar um valor nem a mais e nem a menos de sua necessidade. Por isso, tenham em mente que você precisa ter um destino certo para o capital que irá pegar.


Veja o que precisa adquirir, tais como: maquinários, mobiliários, tecnologia, permissões, materiais diversos ou insumos etc. Isso para avaliar o montante a ser pedido.


· Sua capacidade de pagamento: como você acabou de abrir ou negócio ou está abrindo, você não tem ainda um histórico de viabilidade comercial, sendo assim, a instituição vai avaliar sua capacidade pessoa em realizar os pagamentos, ou seja, de cumprir como pagamento do empréstimo.


· Estabeleça o valor pretendido do empréstimo.



Linhas de crédito

Entre as opções de linhas de crédito existem várias, mas o mais importante é você buscar uma conforme seus objetivos e realidade do seu negócio. As mais conhecidas são:


· BNDES: Esse banco é conhecido nacionalmente por apoiar as empresas na hora de conseguir um financiamento.

As micro, pequenas e médias empresas, como elas têm realidades diferentes, têm condições especiais na hora de obter o financiamento.


· PRONAMPE: É um programa do governo destinado a fortalecer as micro e pequenas empresas, fomentando o desenvolvimento das mesmas.


Muitas instituições financeiras estão aptas a operar oferecendo essa modalidade de financiamento do PRONAMPE. Basta que você procure saber antes.


Geralmente, as empresas que podem ser beneficiadas com essa linha de crédito são estas:


a) MEI: com faturamento de até R$ 81.000.

b) Microempresas: faturamento igual ou inferior a R$ 360.000.

c) Empresas de pequeno porte: faturamento entre R$ 360.000 e R$ 4.800,000.


· PROGER: é um programa do governo federal e tem o objetivo de gerar renda com recursos diretamente do Fundo de Amparo ao Trabalhador. Se você for contratar, consulte antes quais as instituições são credenciadas junto ao programa.



As principais formas de obtenção de capital

Você tem essas opções, veja a que fica melhor para você conforme sua realidade:


· Através de correspondentes bancários: estes estão espalhados por todo o Brasil e com linhas de credito variadas e para quem é funcionário público ou aposentado há vantagens especiais na aquisição do empréstimo.


· Fintechs: que quer dizer financial technology, traduzindo: tecnologia financeira. Elas desenvolvem produtos digitais. Entre algumas temos a Nubank, a PicPay, GuiaBolso etc.


· Cooperativa: elas oferecem opções de empréstimo e financiamento e o serviço é mais facilitado, pois você tem isenção de PIS, Cofins e CSLL. Regra geral, o interessado compra uma cota e a partir disso, tem uma cota da cooperativa.


Dentre as maiores cooperativas do Brasil temos o SICOOB, SICREDI etc. Geralmente, os juros são mais baixos.


· Antecipação de recebíveis: você recebe valores com data futura antes do seu prazo, isto é, você recebe valores hoje na sua conta de um documento, como uma duplicata, e outros que você iria receber daqui a 30 dias ou mais.


Empréstimo empresarial: veja mais!

Confira abaixo alguns passos para pegar o empréstimo e ter as condições para pagar.


1- Faça um planejamento

Antes de pedir um empréstimo, tenha um objetivo, isto é, veja qual a sua finalidade.

Se você trabalha em equipe, junte seus sócios, debata e tome a decisão mais viável para o seu negócio.

Defina os valores a serem pedidos no empréstimo, e que caberá no seu orçamento mensal, pois as dívidas futuras precisam ser quitadas.

Resumindo: peça empréstimo apenas se tiver as condições de pagar, o ideal mesmo é não pedir empréstimos.


2- Procure o banco mais específico

Alguns bancos exigem taxas muito caras sem boas perspectivas para os clientes.

Os bancos precisam dar mais vantagens para os clientes, pois muitos cobram caro dos empréstimos, isso com certeza, é inviável para você.

Para evitar estes problemas, escolha um banco mais viável, com melhores condições e prazos.


3- Avalie o custo total do empréstimo

Antes de querer fazer qualquer empréstimo, simplesmente, avalie o seu custo total, saiba dos juros que estão sendo cobrados e tome a decisão ideal para que você consiga pagar as dívidas.

Então, tenha a certeza dos valores a serem negociados são os mais viáveis conforme sua realidade presente e futura.

Antes de fechar o contrato de empréstimo, tenha em mente todas essas coisas.

Por fim, ficamos por aqui!


Se inscreva no nosso blog para receber mais dicas como essa!



31 visualizações

Posts recentes

Ver tudo