• Smb Store

Conheça seu público-alvo e defina a persona do seu negócio


Como conhecer e definir o público-alvo de uma empresa? Como definir a persona do negócio? Público-alvo e persona é a mesma coisa?

Você que é empreendedor, já se fez estas perguntas? Provavelmente, sim. É sobre isso nosso artigo de hoje.

Se você é empreendedor e precisa satisfazer as pessoas em suas necessidades, e acaba mirando em todo mundo, acaba por não satisfazer ninguém.

Quem é empreendedor precisa definir a forma de se comunicar e relacionar com as pessoas, as quais ele quer atingir, e, para isso, a primeira iniciativa, é definir grupos com características semelhantes que vão ser o foco da empresa.

Philip Kotler, o guru do marketing, diz que não ter um público bem definido, é como ficar atirando para todos os lados, o que compromete os resultados da empresa.

Por isso, no artigo de hoje, você vai ver o que é público-alvo, sua importância e como definir a persona da empresa, que é um personagem que representa o tipo de cliente ideal de um negócio.


Conheça seu público-alvo e defina a persona do seu negócio


1- Conheça seu público-alvo: o que é público-alvo?

Trata-se de um grupo de pessoas que têm características em comum, e que a empresa identifica e começa a mirar ao fazer suas estratégias e campanhas em geral.

Para definir o público-alvo, primeiro, é preciso fazer um trabalho de segmentação de mercado, que é como se fatiasse o mercado, conforme as características das pessoas, tais como: comportamento, gênero, profissão etc.

E, para isso, até se chegar a essa definição, é preciso fazer pesquisas de mercado para conhecer as pessoas que a empresa deseja mirar.

E, já adiantamos que público-alvo e persona não são a mesma coisa. Mas é preciso estudar sobre público-alvo para se chegar à definição da persona de sua empresa.


2 - Quais as variáveis a serem consideradas na segmentação de mercado?

Saiba que você estará fazendo um tipo de seleção no mercado e definido o tipo de pessoa que mais tem afinidade com sua marca.

Vamos conhecer as variáveis usadas na segmentação e definição do público-alvo?


  1. Geográfica: cidade, estado, região ou zona onde moram as pessoas;

  2. Demográfica: diz respeito as características, como: tamanho da família, idade, gênero, ocupação, nível de escolaridade etc;

  3. Psicográfica: diz respeito ao estilo de vida das pessoas, valores, preocupações, personalidade etc;

  4. Comportamental: relacionado ao status de usuário, motivação para consumo, nível de interesse de uma marca, frequência de consumo de produtos ou serviços etc.



3 - Conheça seu público-alvo: por que definir um público alvo?


Bem, antigamente o marketing e as estratégias da empresa eram pensados para as massas, ou seja, eram direcionadas de modo homogêneo.

O que ficou claro que muitas dessas ações ficaram desperdiçadas, ou seja, a comunicação estava falhando, justamente por mirar em todos.

Portanto, hoje, o marketing se volta para a compreensão do comportamento dos consumidores, de modo a criar estratégias e soluções específicas para cada segmento de mercado, ou seja, para um grupo mais restrito de pessoas.

É onde há mais eficiência e melhores resultados com as estratégias estabelecidas.

Dentre outras importâncias de se definir um público-alvo, estão:

· Criação de campanhas mais eficientes: a empresa consegue aproveitar melhor os investimentos e a criar campanhas mais eficientes, ou seja, tudo é focado em quem tem mais chances de comprar da empresa.


· Comunicação mais personalizada: a empresa pode usar uma linguagem que se alinhe às pessoas que ela deseja alcançar.


· A empresa consegue conhecer melhor seu público-alvo, bem como suas necessidades e desejos.


· Definição de um posicionamento único e relevante: ao conhecer as pessoas ou público-alvo, a empresa consegue batalhar para conquistar um espaço único e valorizado na mente das pessoas e, assim, pode entregar propostas únicas de valor.


· Ser diferente dos concorrentes: as pessoas ou consumidores são diferentes, e sua empresa consegue conquistá-los quando alinha os valores da marca aos desses públicos, de modo que a concorrência não tem chances.


Vamos á um exemplo prático, vamos supor que você tenha uma loja que venda roupas para jovens ou adolescentes, você precisa se comunicar usando a linguagem deles, fotos mostrando seu produto na realidade deles etc., imagina você tentar vender para eles usando uma forma de comunicação para pessoas da terceira idade, será que ia dar resultado?


E, nesse sentido, entra ainda importância de se definir a persona da empresa, que é um personagem que representa o tipo de cliente ideal de um negócio.

Nosso próximo tópico.


4 - O que é persona?

O que é persona do seu negócio? A persona de uma empresa é um tipo de representação fictícia que retrata o tipo de cliente ideal a ser atendido em suas necessidades e desejos. A persona ainda é conhecida como buyer persona ou avatar.

E, é a partir das variáveis (estudadas acima), usadas na segmentação e definição do público-alvo, é que se chega ao tipo de persona de uma empresa.

Na jornada de compra do consumidor, a definição de persona ajuda as empresas se alinharem aos interesses desses consumidores, defendendo estratégias mais certeiras, de modo a atender suas demandas.

Quem criou o conceito de persona foi Alan Cooper, programador de softwares, quando ele foi desenvolver um sistema de gerenciamento de projetos nos anos de 1980. Foi quando ele compreendeu a necessidade da criação de uma persona.


5 - Há diferença entre persona e público-alvo?

Sim. A principal diferença é que o público-alvo é uma definição mais geral dos consumidores que a empresa quer atingir. Enquanto a persona gera uma identidade única e bem definida, quanto ao papel de um personagem.

A persona considera que há uma pessoa com quem a marca ou o negócio quer interagir e se relacionar.

Então, na verdade, a empresa precisa fazer as duas coisas, definir seu público-alvo, bem como sua persona.


6 - Por que preciso ter uma persona?

Bem, por algumas razões, dentre elas:

· Para aprofundar o conhecimento sobre seu público-alvo;

· Compreender o valor de seus produtos e serviços para o público;

· Definir os melhores canais para sua empresa se comunicar com o público;

· Definir pautas de criação de conteúdo digital;

· Direcionar melhor os investimentos em estratégia de marketing e vendas;

· Ganhar relevância ou reconhecimento de sua marca;

· Ter ações mais certeiras na jornada de compra de sua persona.

7 - Como criar a persona do seu negócio

Afinal, como construir uma persona para seu negócio? Primeiramente, trata-se de um processo que envolve pesquisar, analisar e construir sua persona.

O processo de definição da persona ocorre em 5 passos, são eles:


1- Coleta de dados

É ir a campo para coletar dados, que passa por planejar como vai ser a pesquisa, os objetivos e público-alvo e construção de instrumentos para coletar os dados.

Para levantar os dados, você pode usar simples planilhas, ou mecanismos como Google Analytics, usar grupos de foco, entrevistas, aplicação de questionário etc.

O que pode ser feito através de ferramentas da internet, como Typeform, Google Forms, dentre outros.

Ou mesmo, ir presencialmente até as pessoas, inclusive uma dica que damos aqui é, se você tem Instagram ou Facebook, faça perguntas para o público que te segue baseado nessa finalidade, você vai conseguir as repostas de uma forma mais descontraída.


2 - Quais perguntas fazer ao público da pesquisa?


· Seu gênero, bem como: escolaridade, cidade onde mora etc;

· Como é sua rotina;

· Principais desafios ou responsabilidades;

· Quais seus assuntos preferidos;

· Qual a profissão e desafios principais;

· Quais marcas costuma usar/como seus hábitos de compra;

· Em quais canais online fica mais tempo;

· Como a empresa pode ajudar em seus desafios;

· Qual a maior qualidade de uma empresa para ele.


3 - Como analisar os dados

É preciso fazer um trabalho de tabulação dos dados ou transcrever as respostas das entrevistas feitas etc.

Na sua análise, busque identificar padrões de respostas, observe o que é comum entre os pesquisados, isso trata dos traços de sua persona. Observe bem as respostas que se repetem.

Isso tudo ajuda a definir o perfil de sua persona.


4 - Como criar a persona

Sua persona, agora, vai ganhar “vida”. Vai ganhar um nome e perfil bem definido, com o comportamento que você percebeu na sua coleta de dados.

Pense em sua persona como uma pessoa real que vai interagir com sua marca, com os conteúdos, mensagens e, assim, comprar seus produtos ou serviços.

Desenvolva um texto descritivo que trace o perfil geral de sua persona.


5 - Compartilhe sua persona com sua equipe

De nada adianta ter uma persona, se sua equipe não conhece e não faz uso dela.

Para isso, recomenda-se que desde o início, a equipe esteja envolvida na criação da persona.

Faça um quadro resumo e dê uma imagem para sua persona. Esse quadro precisa estar no email do pessoal, no mural da empresa, impresso, ou seja, distribuído para todos.


Exemplo de persona:

João, empreendedor, deseja um financiamento para abrir seu negócio. Ele tem 30 anos, é mineiro e acabou de se formar em Administração.

Ele tem espírito empreendedor e sonha em ter seu próprio negócio. João quer abrir uma fábrica de calcados masculino e precisa do capital para isso. Sua renda mensal varia entre R$ 2.000 e 3.000 mensais. Ele busca um banco que ofereça condições vantajosas para o financiamento, e ainda, estuda o mercado de calçados masculinos.

Então, o desafio de sua empresa, caso seja um banco ou instituição financeira, é atender a esse tipo de persona em sua necessidade.



Concluindo

Neste post de hoje, você viu sobre a necessidade de conhecer seu público-alvo e definir a persona para sua empresa.

Você viu como criar uma persona. Agora, que você sabe de tudo isso, é hora de aplicar ao seu negócio para ganhar mais assertividade nas campanhas e comunicação geral da sua empresa com seu público-alvo ou persona.



Se inscreva no nosso blog para receber mais dicas como essa!



41 visualizações

Posts recentes

Ver tudo