como calcular o frete para vendas online

Como calcular o frete para vendas online? Veja agora!

Saber calcular o frete é um dos pontos chave quando falamos em vendas online. Os consumidores estão atentos sobre o custo-benefício na hora de comprar pela internet, afinal, existe um mercado enorme disponível para escolher.

Em meio a concorrência, os seus clientes podem claramente partir para a loja que oferece frete grátis caso a sua cobre pela entrega.

Para dimensionar melhor a recorrência dessa situação, uma pesquisa do E-commerce Trends mostrou que mais de 80% dos abandonos de carrinho são causados pelo valor do frete. 

Mesmo diante de uma situação como essa, nem todo lojista pode bancar 100% da entrega dos produtos.

Afinal, é preciso avaliar a lucratividade que está em jogo.

No artigo de hoje, trouxemos para você um guia completo de como calcular o frete para vendas online.

Dessa forma, você conseguirá identificar qual é a melhor política de cobrança de frete e se o frete grátis é ou não uma opção viável.

Continue a leitura e fique por dentro do tema!

 

Tipos de frete no e-commerce e como calcular para vendas

Antes de aprender a calcular o frete vamos conhecer quais são os principais tipos que são praticados no mercado.

Lembrando que cada tipo pode mudar no valor do frete.

 

Frete econômico

O frete econômico, como o próprio nome já diz é o que tem um custo menor, entretanto, com um maior prazo de entrega.

Essa é uma das alternativas mais atrativas para o consumidor que não tem muita pressa para receber o pedido.

Entretanto, essa não deve ser a única opção disponibilizada pela loja online.

 

Frete expresso 

Nem sempre o mais barato quer dizer que seja a melhor opção. Existem muitos casos em que o comprador dá prioridade a agilidade na entrega.

De acordo com uma pesquisa realizada pela PwC, 64% dos consumidores aceitariam pagar um pouco mais para ter o produto mais rapidamente em casa. 

Nessa realidade, podemos notar que mais da metade dos clientes podem preferir a agilidade em vez da economia.

Por isso, o seu e-commerce não pode perder essa parcela do público.

É aí que entra o frete expresso, que apresenta um prazo menor e o custo maior.

A entrega expressa geralmente é feita pelo sedex por alternativas expressas das transportadoras privadas.

 

Frete grátis

Se tem algo que os consumidores da internet amam, essa coisa é frete grátis!

O frete grátis é um dos maiores atrativos para os consumidores, mas você como gestor de negócio precisa ter cuidado com essa modalidade.

É fundamental escolher de forma estratégica quais são os produtos que podem entrar neste modelo.

De forma geral é recomendado realizar uma pesquisa para descobrir se esta é uma opção viável. 

Uma prática bastante utilizada no e-commerce é a estrutura do frete grátis baseado em um determinado valor de compra.

Dessa forma, é possível aumentar o ticket médio dos consumidores.

 

Frete fixo

Vender online muitas vezes significa não ter fronteiras entre as cidades, estados e até mesmo países! 

Nessa realidade, o lojista pode optar por direcionar valores fixos para regiões específicas, seja por já ter um público mais forte, querer conquistar aquele mercado ou pela facilidade de entrega.

Para aplicar essa estratégia é necessário descobrir o valor médio gasto com frete para localidades escolhidas.

Vale ainda considerar se é possível arcar com parte deste custo, para tornar o frete mais atrativo para os clientes.

 

O que considerar ao calcular frete para vendas online?

Agora que você conheceu os tipos de frete, vamos partir para a cereja do bolo: afinal de contas, como calcular o frete no e-commerce?

Basicamente, é necessário considerar algumas variáveis, sendo as mais comuns as dimensões, impostos referentes ao trajeto, distância, prazos para entrega. 

Caso o envio seja feito por transportadoras, cada uma contém a sua própria tabela de preços baseada em variáveis.

Vejamos aqui o que deve ser levado em consideração em cada modelo de entrega:

Frota própria

Na frota própria que calcula todo o custo de entrega é a própria empresa.

As principais variáveis que devem que você deve considerar são a região de atendimento, os custos com combustível, custos com funcionários da logística, custos com a embalagem, etc. 

Geralmente essa é a forma mais complexa de realizar a determinação do preço, mesmo assim, muitas empresas preferem se responsabilizar por essa parte da venda.  

Transportadoras

Solicitar transporte de mercadorias através de empresas especializadas no setor é mais cômodo, tendo em vista que a transportadora envia aos clientes de lojas online a tabela de frete.

Fica por conta da transportadora todos os cálculos de gastos correspondentes com as diversas variáveis, assim como a margem de lucro sobre a tarifa de cada localidade. 

Correios

O Correios é a opção mais conhecida e que realiza entregas nacionais e internacionais. 

O PAC é a forma de entrega mais lenta dos produtos, enquanto o Sedex envia documentos e produtos com maior rapidez.

Para ter ideia dos custos cobrados pelos correios basta acessar o site e clicar em “Preços e Prazos”. 

Em seguida, basta  selecionar a calculadora que deseja, preencher o endereço de envio e de entrega e clicar em calcular.

 

Melhores estratégias para definir o frete

Cobrar ou não pelo frete, eis a questão.

Por mais que essa estratégia aumente significativamente as vendas, não cobrar pelo frete pode pesar e muito na lucratividade. 

Essa é uma ação que precisa passar por uma boa analise e você deve utilizar alguns artifícios para atrair os seus clientes sem perder parte dos lucros.

Então, por exemplo, você pode embutir o “frete grátis” no valor do produto. 

Trocando em miúdos, em vez de cobrar R $90 e mais R$ 10 para a entrega, você pode realizar a venda por R$ 100 e anunciar frete grátis.

Muitas lojas utilizam essa estratégia, que é bem aceita pelos consumidores, mesmo que de forma inconsciente. 

Ou tática para não perder a lucratividade é definir um mínimo para que a entrega seja feita sem custo. 

A depender dos produtos que são vendidos no seu comércio online você pode definir que não cobrará frete em compras acima de R$ 100,00 por exemplo.

Uma terceira opção é disponibilizar mais de um frete para os compradores. 

Dessa forma, os clientes podem ter a liberdade de escolher se desejam receber o produto mais rapidamente, mas pagar a mais por isso, ou se preferem esperar e pagar menos.

E aí, esse artigo foi útil para você? Pois tem muito mais conteúdo sobre gestão e vendas esperando por você aqui no blog da SMB Store!

Fique à vontade para explorar.

Até a próxima.